carnaval 2018

Ator Nando Cunha viverá mãe de santo no desfile da Império da Tijuca


Ator desfilará na quarta alegoria da agremiação

Voltando as origens de enredos afros, a Império da Tijuca levará para a Sapucaí neste carnaval o enredo “Olubajé: um banquete para o rei” no dia 9 de fevereiro, sexta-feira de carnaval pela Série A da folia carioca. A agremiação convidou o ator tijucano Nando Cunha para interpretar uma mãe de santo no último carro alegórico da agremiação.

Foto: Geissa Evaristo
Nando é carioca e iniciou sua trajetória artística em 1995. Folião de carnaval já desfilou em ala e foi passista de diversas agremiações. Ao longo dos seus 23 anos de carreira tem marcado presença na TV, no teatro e no cinema. Atualmente acumula mais de 15 peças no currículo, entre elas, “Cartola e a história do grande sambista”.

Na teledramaturgia, Nando Cunha teve sua estreia em 2000, com o inesquecível personagem John Bala, no Programa Escolinha do Barulho, na TV Record. Na Rede Globo, o ator fez diversas participações em seriados, novelas e minisséries como: “Páginas da Vida”, “A Diarista”, “Sob Nova Direção”, “A Grande Família”, “Sinhá Moça”,“ Casos e Acasos”, “Desejo Proibido,“ Dalva e Herivelto”, “Força e Tarefa” e “Araguaia”, mas foi com o hilariante personagem Pescoço, de “Salve Jorge” que Nando Cunha consagrou sua trajetória profissional, sendo grande sucesso de crítica e de público. Atualmente integra a equipe de “Os Suburbanos”, série produzida pelo canal Multishow na qual vive a mãe de santo Dinda.

- Tenho o orgulho de ser tijucano e desfilar na escola era um desejo antigo que agora se concretizará . Representar a força espiritual através da minha própria personagem, Dinda será ainda mais prazeroso. – revela o artista que é morador do bairro onde fica localizada a agremiação.

Nando Cunha desfilará na quarta alegoria da escola que representará a festa de adoração com pedido de perdão pelo preconceito, racismo e intolerância a Obaluaiê. A alegoria terá ainda, a presença das crianças e jovens do Morro da Formiga e a velha guarda que representará a ancestralidade e a sabedoria.

- Nosso convidado virá junto com o povo do candomblé que com suas roupas e trajes típicos estarão reverenciando Obaluaiê. Ele será a mãe de santo que representará toda essa moçada. A mestre que conversa com Omolu e Obaluaiê, a grande sacerdotisa da casa de Omolu – explica o carnavalesco Jorge Caribé.

O destaque será apresentado à comunidade no ensaio de rua da agremiação que acontecerá no próximo domingo, 21 de janeiro, a partir das 17 horas na Conde de Bomfim, coração da Tijuca.


Sobre Portal do Samba

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.