carnaval 2017

CRIS ALVES É DISPENSADA DA CUBANGO. CONFIRA A CARTA DE DESPEDIDA DA RAINHA!

Por Redação
Cris Alves - Rainha Foi dispensa do posto após quatro anos reinando à frente da bateria Ritmo folgado / Foto: Fabiano Santos

Reinando à frente da bateria da Acadêmicos do Cubango por quatro anos consecutivos, Cris Alves deixou o posto de rainha de bateria na tarde desta sexta-feira, após ser dispensada pela direção da agremiação. A morena que também era responsável pela ala de passistas da escola, escreveu uma carta de despedida à comunidade e lamentou sua saída. Leia a carta:
“Aconteceu
E novamente estou aí
Sou a Cubango
Alegre e solta na Sapucaí
Não tem tempo ruim
E qualquer hora é hora
Eu vou cantar e sambar agora
Sou a verde-e-branco lá de Niterói
Tenho as cores da esperança
E da paz numa só voz.
Minha nação verde e branco, meus amigos, admiradores e sambistas! Após quatro marcantes e inesquecíveis carnavais, deixo nesta data de ser a rainha da bateria Ritmo Folgado, da querida e sempre amada Acadêmicos do Cubango. Fui dispensada do posto à frente dos ritmistas e da minha função como diretora da ala de passistas, que exercia, com imenso orgulho e satisfação, há dois anos. Contudo, mesmo muito triste e fragilizada com a situação, asseguro que jamais, em tempo algum, deixarei de amar e respeitar com maestria essa bandeira à qual sempre me dediquei.
Sou da comunidade, tenho um orgulho enorme de ter colaborado de alguma forma para o engrandecimento da Família Cubanguense, e seguirei torcendo! Vivi, como rainha de bateria e diretora da ala de passistas, momentos de intensa troca de amor mútuo. Agradeço a todos pelo respeito e carinho sempre irrestritos.
Estou triste, sim, mas entendo o momento que vive nosso país e as necessidades de cada um. Tudo o que tenho a oferecer à agremiação, dei por completo: meu amor, dedicação e meu samba no pé! Desejo muita sorte à minha substituta, que ela saiba honrar as cores do nosso pavilhão e faça valer o posto.
E como a vida continua, deixo a vocês o meu axé, a minha energia positiva e a minha verdade. Carnaval faz parte da minha história, da minha vida, e continuará sendo onde quer que eu esteja, porque, fora dele, não fico. Neste momento, me despeço da verde e branco, mas não com “adeus”, e sim com um “até breve”.
Viva eu…sim
Pra alegria de vocês
Pra ser Cubango
Não se conta até três
Com amor e samba no pé,
Cris Alves”.

Sobre Portal do Samba

1 comentários:

  1. Nossa que linda declaração pela nossa verde e branco de Niterói, que continue brilhando onde quer que vc vá Cris....sucesso bjs de seu fã leonardo costa

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.