Carnaval 2016

De casa nova Estácio de Sá chega à Cidade do Samba


Mudança aconteceu na noite desta terça-feira

O tão esperado momento aconteceu. Campeã da Série A, a Estácio de Sá realizou na noite de terça-feira, a mudança dos seus carros alegóricos e outros pertences para seu novo barracão. Localizado na Cidade do Samba, a fábrica dos sonhos do Carnaval, abrigará, a partir desta quarta, a primeira escola de samba do Brasil, que já está trabalhando no projeto de seu desfile de 2016, quando abrirá os desfiles do Grupo Especial.

Com direito a churrasco e confraternização entre os principais segmentos da vermelho e branco, o presidente Leziário Nascimento, juntamente com a direção de Carnaval e de barracão, começaram os preparativos para o traslado das alegorias ainda na tarde de ontem. 

- Estávamos aguardando este momento há 8 anos e chegou a hora. Com toda a estrutura que uma escola de samba merece para apresentar o show que mostramos na avenida, tenho certeza de que poderemos apresentar um grande trabalho. Em breve, o enredo será anunciado, porém posso afirmar que o trabalho já começou.

Marcão Selva e Nelson Souza, que compõem a direção de Carnaval da escola comandaram com Roni, diretor de barracão, a operação.

- Toda essa logística somente pôde acontecer durante na noite por conta das questões do trânsito. Agora que estamos definitivamente instalados, o trabalho começa a tomar forma, disse Marcão.

A Estácio de Sá está instalada no barracão que antes era ocupado pela Portela. A azul e branco, que agora também está de casa nova,  mudou-se para o barracão ocupado pela Viradouro no Carnaval de 2015. Toda a parte administrativa, que vinha sendo feita na quadra da escola, está sendo transferida para o barracão da Cidade do Samba, de onde o trio de carnavalescos formado por Chico Spinosa, Tarcísio Zanon e Amauri Santos, poderá dar forma ao projeto de 2016.

A Estácio de Sá anunciará, em breve o enredo com o qual abrirá os desfiles do Grupo Especial do Carnaval carioca.


Sobre Portal do Samba

Tecnologia do Blogger.