CLÁSSICOS MANGUEIRENSES ANIMARAM O PÚBLICO NA FEIJOADA DA PORTELA



FOTO: JRICARDO/DIVULGAÇÃO

A Feijoada da Família Portelense que movimentou a azul e branco no sábado, 11, coloriu a quadra da Rua Clara Nunes, em Madureira, de verde e rosa. Homenageado por mestre Monarco, líder da Velha Guarda Show da Portela, Nelson Sargento foi o centro das atenções. O compositor mangueirense cantou seus sucessos, entre eles “Agoniza, mas não morre”, acompanhado por Serginho Procópio, presidente portelense, no cavaco. Monarco, presidente de honra da escola anfitriã, também dividiu o palco com Sargento, que ocupa o mesmo posto na Estação Primeira. Outros visitantes que animaram o público com clássicos da escola visitante foram Tantinho da Mangueira e a Velha Guarda da Bateria verde e rosa. O compositor Wilson Moreira, outro convidado de Monarco, também subiu ao palco para uma luxuosa canja.

Durante o evento, que contou com as presenças da atriz Adriana Lessa e de autoridades do governo da Nigéria, foi apresentado um desfile do EcoModa, projeto social desenvolvido pela Portela em parceira com a Secretaria de Estado do Ambiente. Modelos apresentaram roupas, bolsas e acessórios produzidos pelos alunos com material reciclado. Outra novidade lançada pelo Departamento Cultural da Portela foi a camiseta para homenagear Tia Doca, pastora da Velha Guarda que morreu em 2009. Integrantes do Comitê OlímpicoBrasileiro também marcaram presença. O ex-nadador Ricardo Prado, medalhista olímpico, em nome do COB, incentivou a participação dos portelenses como voluntários na Olimpíada do Rio, em 2016.

A próxima edição da Feijoada da Família Portelense será no dia 1º de novembro, tendo como atração o grupo Fundo de Quintal. Informações sobre reservas de camarotes e mesas podem ser obtidas pelos telefones (21) 2489-6440 e (21) 3256-9411.

Sobre Portal do Samba

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.