MOCIDADE MANTÉM SAMBAS CONCORRENTES E IRÁ DIVIDI-LOS EM CHAVES - Portal do Samba

Últimas Postagens

14/09/2014

MOCIDADE MANTÉM SAMBAS CONCORRENTES E IRÁ DIVIDI-LOS EM CHAVES




A Mocidade Independente de Padre Miguel decidiu manter todos os sambas concorrentes para a próxima fase da disputa. A decisão foi tomada após alguns imprevistos com o cronograma traçado para a apresentação das 42 obras do concurso. Como o horário de apresentação dos últimos sambas fugiria bastante do planejado inicialmente, a comissão de carnaval da agremiação decidiu manter todas as parcerias no páreo.

A maior parte deles já se apresentou na madrugada deste domingo na quadra da escola e, como houve uma desistência por questões financeiras alegadas pela parceria - Samba 16 (Dilson da Silva e Peixoto da Mocidade), agora são 41 sambas no concurso. Na próxima quarta-feira, dia 17 de setembro, haverá uma reunião com os compositores para a definição das chaves. Cada uma delas se apresentará em finais de semana diferentes, até que haja a unificação das mesmas para a reta final.

Paulinho Moska presente

Quem marcou presença na quadra da Mocidade na primeira noite da disputa de samba, foi o cantor Paulinho Moska. Ele, que ao lado de Billy Brandão, compôs a música 'O último dia'', é o grande inspirador do carnavalesco Paulo Barros. A partir do conteúdo da canção, o artista idealizou o enredo ''Se o Mundo fosse acabar, me diz o que você faria se só lhe restasse um dia?''.

Moska acompanhou quase todos os sambas que se apresentaram nesta noite. Além disso, dançou com Lucinha Nobre e Diogo Jesus, primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira da Mocidade, e tocou na bateria ''Não Existe Mais Quente''.

A final de samba-enredo da Mocidade acontece no dia 18 de outubro, a partir das 22h. A Estrela Guia será a terceira escola a desfilar no domingo de carnaval.